Operação, Manutenção Industrial e FacilitiesCanais de AtendimentoCanal de ÉticaTrabalhe Conosco

Elfe apresenta na Rio Oil & Gas tecnologia de manutenção em que a “máquina fala”

Elfe apresenta na Rio Oil & Gas tecnologia de manutenção em que a “máquina fala”

Empresa levará ao evento a MachineFlow, solução flexível e de baixo investimento baseada em arquitetura IoT (Internet das Coisas) para manutenção de máquinas

A Elfe apresentará na feira Rio Oil & Gas, no Riocentro (Rio de Janeiro), entre os dias 24 e 27 de outubro, seu novo pacote de serviços que utiliza a arquitetura IoT (Internet das coisas) para prever a necessidade de manutenção de equipamentos de pequeno e grande portes. Por meio de sensores, aplicativos e B.I. (Business Intelligence), a ferramenta, chamada MachineFlow, monitora o funcionamento de máquinas através de indicadores como vibrações, temperatura e desequilíbrio elétrico. Assim, a própria máquina avisa quando precisa de manutenção.

Por meio dessa tecnologia, 100% nacional e de baixo custo, a Elfe oferece serviço de manutenção por monitoramento de precisão que auxilia seus clientes na otimização dos custos e eficiência operacional.

A “Internet das Coisas”, também conhecida como IoT (Internet of Things, na sigla em inglês), se refere a uma revolução tecnológica que tem como objetivo conectar os itens usados no dia a dia à rede mundial de computadores. É um conceito tecnológico em que esses objetos conectados estariam agindo de modo inteligente e sensorial.

Através dos sensores, a MachineFlow emite informações em tempo real. Qualquer sinal que fuja ao padrão é identificado pelo sistema e recebe manutenção no momento exato, trazendo ganhos de produtividade, além de aumentar os índices de disponibilidade e a vida útil dos equipamentos.

A coleta de dados é feita com sensores microprocessados, distribuídos em um barramento imune a ruídos. Estes sensores realizam leituras de diversas variáveis e se comunicam com um gateway que envia os dados para um servidor em nuvem. A plataforma emprega técnicas de machine learning e algoritmos de análise de espectro nos fluxos de dados obtidos, gerando probabilidades de falhas das máquinas monitoradas e alertas em tempo real para os gestores.

Os benefícios são vários: redução de custos de manutenção preventiva; impedimento de perdas por paradas inesperadas; planejamento de produção e manutenção; planejamento de compra de peças; redução de estoque de sobressalentes; diminuição do tempo de parada de produção para manutenção preventiva; e intervenção nos equipamento apenas quando necessário.
O equipamento também pode ser utilizado para controle e medição inteligente de níveis e consumo de água, energia e gás. No caso da água, por exemplo, o monitoramento permite gerenciamento de consumo de água multiponto; avaliação comparativa de consumo; identificação de picos, perfis de consumo e irregularidades; administração de metas de consumo; envio de alertas automáticos via e-mail e SMS; e detecção de vazamentos.

Estudo da Plant Performance Group indica que a MachineFlow produz redução de custos de manutenção de 50 a 80%. O índice de falha nas máquinas teve redução de 50 a 60%. A redução do estoque de sobressalentes chegou a 30%. O tempo de parada das máquinas reduziu de 50 a 80% e a vida útil das máquinas aumentou até 40%.

Duas situações práticas em que a MachineFlow foi utilizado recentemente mostram a economia nos custos de manutenção. No primeiro, identificou problemas de vibração e aquecimento no motor de um compressor de ar, com previsão de falhas em três semanas. O custo estimado dos danos decorrentes dessa falha foi de R$ 45 mil. Porém, devido à previsibilidade do problema, foram gastos apenas R$ 2 mil com a troca de rolamentos e revisão do motor. Em outro caso, em uma bomba d´água, os custos com falha no sistema, estimados em R$ 12.500,00, foram reduzidos a zero.

A solução está alinhada à estratégia da Elfe em oferecer tecnologia que possibilite o aumento da produtividade operacional, garantindo eficiência e qualidade em seu serviço com otimização de custos. “Com esse serviço, vamos levar até nossos clientes a possibilidade de otimizar a utilização do seu maquinário, reduzindo custos e diminuindo possíveis perdas por paradas inesperadas”, ressalta Pedro Paulo Scofano, diretor da Elfe, empresa presente em mais de 30 unidades de exploração e produção offshore, além de 6 refinarias e outras instalações do setor de energia.

Por 20

Sem informações sobre o autor...

Deixe um comentário